terça-feira, 18 de agosto de 2009


Haverá sempre uma verdade que eu não poderei revelar, uma omissão, um segredo que por mais que me atormente, terei que guardar.
E esse mistério do teu olhar, permanecerá impossível de alcançar, pois enquanto esconderes de mim o que apenas tu consegues ver, eu não poderei te conhecer.

Foto: olhares.aeiou.pt/Feiticeira

4 comentários:

Anónimo disse...

Vê com olhos de ver, vê com os meus olhos!

Joana Éme. disse...

Conheceremos alguém na sua plenitude?

Qel disse...

o mistério é sempre um grande trunfo, o ingrediente extra :) *

Pandora disse...

Seria mais facil se de um anónimo não se tratasse.