terça-feira, 24 de fevereiro de 2009



Queria entender este meu desejo de escrever sobre sentimentos já referidos, já compreendidos, que vontade persistente é esta de colocar a mesma personagem em todos os contos que tenho relatado.
E assim cheguei a uma breve explicação... Tal é o meu desejo de pensar e reflectir, que me esqueço que nunca foi por isso que alguma vez escrevi, mas sim pelo sentir e viver incondicional, jamais racional.

Foto:www.olhares.com/Michu

3 comentários:

Maria Miguel disse...

a foto está fantástica, o texto reflecte a confusão que tens dentro de ti.
gostei *

Joana Éme. disse...

nem poderia ser - racional, entenda-se.
e assim é belo, único, sentido.

as velas ardem ate ao fim disse...

e porque que temos que ser racionais?isso é bom??

um bjo e escreve sempre