quarta-feira, 29 de abril de 2009



É nos teus braços que choro e me lamento,
Que recordo e me despeço.
É contigo que me sinto mais sozinha e com medo de tudo o resto.
A ausência dos que amo do teu lado parece mais viva e dolorosa,
Mais presente e inesquecível.
Na tua presença traço planos, recordo sonhos, saboreio vitórias e receio derrotas.

Digo-te em segredo o que representas para mim,
E em troca, pouco ou nada tens para dizer,
Mas o teu silêncio é mais reconfortante que qualquer outro discurso.
E do teu abraço, eu temo sempre acordar,
Pois com o dia, a luz vem e não me posso esconder.
Que venha de novo a tua escuridão para me perder,
Vem de novo Noite, para te lembrar,
Como és gente para mim.


Foto: www.olhares.com/olifile

6 comentários:

Joana Éme. disse...

Falas-me para o coração.

Beijos de Rosas disse...

O silêncio diz mais que a mais bela das palavras.
Não desistas nunca de sonhar!!
Beijinhos

Phoenix disse...

Um texto deveras extasiante.
Como sempre, é um encanto ler-te Pandora.
Um abraço

Dantins disse...

Adorei!

Apesar de conhecer a qualidade da tua escrita, não consigo deixar de me surpreender e emocionar com cada texto novo teu.

São lindas e viciantes as tuas palavras.

Que a Noite te guarde segura, que te reconforte e te dê energia para venceres no Dia.

Tenho um orgulho imenso em ti!

P' disse...

noite , minha terne noite , volta , para me perder nos braços dele , de novo.

Borrega disse...

Brilhante. Simplesmente lindo... Sem palavras...