sábado, 20 de setembro de 2008


Perde-te em mim, vasculha os ermos caminhos do meu labirinto, faz dos seus percursos o teu destino, mesmo que não saibas o que te espera no final.
Guia-te pelos sons dos teus passos, esquece o que as paredes te dizem, elas são fantasmas de outras eras, pessoas que tentaram fazer o mesmo que tu, mas que se perderam por ouvir o que era apenas uma ilusão. Acredita somente naquilo que sentes, faz das deixas dos outros meros murmúrios, bem sabes que eles não dizem nada de concreto, as verdades eles guardam no seu interior, não iriam revelar algo tão difícil de descobrir, como o fim desta tua longa jornada num trilho que só os bravos se aventuram a percorrer.

4 comentários:

C ' disse...

Tu sim, escreves bem. neste momento sou uma escritora absorvida pelo que é pessoal, :P de modo q ando um bocado tola ! ;D


Que segredos escondes tu Pandora ? posso ser eu a percorrer o labirinto e a encontrar aquilo que tanto espero ? não quero uma ilusão, e neste momento levada pelos sentios acho que sou capaz de o percorrer. <33

C ' disse...

Tem sido dificil, estou prestes a desistir, mas há sempre qualquer coisa que me impede (literalmente, acredita) e q me faz agarrar ainda com mais força, sou a incostância em pessoa -- ... às x perco a paciencia ..cmg msma. Mas vai tudo correr bem !

Carolina disse...

Está magnífico *.*

Phoenix disse...

O convite é para qualquer um?
Se estiver incluído, aceito.
Acho que ao ler o teu blog já cada um de nós está a entrar um pouco em ti.

Abraço