terça-feira, 16 de outubro de 2007

“Fazem-me perguntas que para as quais ainda não tenho resposta.
Tenho que mostrar o meu lado mais forte, mas o problema não está em demonstra-lo, mas sim, em tê-lo.
Poucas palavras são necessárias para destruir o meu mundo, quebrar todo um trabalho, que não tem sido nada fácil de desempenhar.
São poucos os gestos que preciso para me sentir magoada.
Não consigo mudar, não consigo demonstrar algo que não sou.
E…
E tão pouco mostrar que tudo está bem quando dentro de mim, onde não consigo viver mentiras, está tudo tão frágil e capaz de desmoronar ao mínimo movimento.”

Entraste no meu mundo sem pedir, deixei-te ficar, e agora que estás do meu lado tudo parece melhorar. Obrigada.

6 comentários:

Anónimo disse...

É a minha primeira vez aqui :) (sem pensamentos secundarios) eu sou super cool, dei te uma ajudinha e tal ! ok, pronto eu nao fiz nada de especial. BAAAAAA, tenho a dizer que és genial (ah ah) na escrita, as vezes tens que ter um pouquinho mais de cuidado com certas coisas que dizes mas nada que nao se resolva, de resto tudo mesmo x)

Acho o teu blog giro, bonito :) agora nao penses "eu sou bonita" x) va va um grande beijo para uma grande sweet --'

Anónimo disse...

Apeteceu me fazer o comentario em anonimo, gosto de ser anonima :º

Anónimo disse...

Poxou tirar ideiax duh teuh blog pra faxer textox pra meu amori?????? xim???? COMPRIMENTOS

Pandora disse...

Podes. Mas se não for invadir a tua privacidade gostava de ver o resultado.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Mais uma vez e á semelhança das outras, deparo-me com um texto onde a fuga é a norma e somo apenas mais um comentário, acabando sempre por dizer k o texto está perfeito, mas á semelhança de ti, ainda não descobri onde começa a realidade e acaba a ficção…
Bem, como a norma já é um habito, Parabéns mais uma vez…

Ricardo Costa

Prof. Aurora disse...

Ah Pandora, ainda és tão jovem, ainda tens tanto tempo para procurar respostas! Não te deixes ir abaixo com palavras pretensamente demolidoras! Vejo que temos algumas afinidades; também sou algo inconstante e sei que há pequenos gestos que magoam mt mas tb há outros que, às vezes tão pequenos, são capazes de nos fazer tão felizes, não achas? Qt ao mudares ou não, só deves tentar mudar aquilo que contribua para a tua felicidade, de resto, sê tu própria, sem medos! Não há nada pior do que viver uma vida fingida ou falsa! 1 abraço!